Natação e Cuidados com a Pele – Reparando a Barreira da Pele

Muitas vezes, os nadadores de piscina reclamam de problemas de pele relacionados à água. O cloro tem um efeito cáustico, causando uma ruptura na barreira da pele do Stratum Corneum (a camada mais externa da epiderme). Esta barreira cutânea foi cunhada pelo Dr. Peter M. Elias da Universidade da Califórnia, em São Francisco, especialista em barreira cutânea e biologia epidérmica.

O Stratum Corneum funciona para formar uma barreira para proteger o tecido subjacente de infecções, desidratação, produtos químicos e estresse mecânico. Este nível da pele consiste em células mortas (corneócitos) compostas por 15-20 camadas de células achatadas sem núcleos e organelas celulares. Esses corneócitos estão embutidos em uma matriz lipídica composta de ceramidas, colesterol e ácidos graxos.

Essa barreira é produzida através de um processo chamado descamação, células que se desprendem da superfície do estrato córneo e equilibram os queratinócitos em proliferação (células que produzem queratina, uma proteína benéfica para o corpo). Em seguida, essas células migram pela epiderme em direção à superfície em uma jornada que leva aproximadamente quatorze dias.

Em outras palavras, nascemos com uma barreira cutânea saudável que é capaz de manter a pele naturalmente úmida e hidratada. Infelizmente, com o tempo, essa camada da pele é danificada por coisas como clima frio, exposição excessiva ao sol, submersão prolongada na água, condições do vento e outros fatores ambientais. Essas causas quebram os componentes dessa camada da nossa pele e a deixam sem proteção, suscetível a podas, pele enrugada, inflamação, bactérias, ressecamento, coceira e alérgenos – danos.

A água potável pode ajudar a hidratar a pele?

Somos feitos de água (o corpo humano adulto médio é 50-65% de água). Grandes quantidades de água de nossos corpos são excretadas diariamente. Portanto, o consumo de água é importante porque substitui nosso abastecimento. De acordo com o FDA, devemos beber de 8 a 10 copos de água por dia para manter o que perdemos. O mito é que, ao fazer isso, nossa pele fica adequadamente hidratada. Para fins de pele, infelizmente, o consumo de água não ajuda muito. Na verdade, a água que bebemos tem muito a fazer antes mesmo de chegar à pele. Pense no caminho longo e sinuoso que a água percorre em nossos corpos e você notará quantas paradas ela faz em outros órgãos, etc., antes mesmo de aparecer na superfície da pele, por exemplo:

1. Livrando o corpo de toxinas,

2. Ajudando com nosso sistema digestivo,

3. Ajudar nossos órgãos a funcionar corretamente, etc.

Portanto, em teoria, precisamos aplicar água na pele topicamente e de alguma forma mantê-la lá para manter a pele úmida, hidratada e sem rugas. Hidratantes procuram realizar essa mesma tarefa.

Hidratantes e a barreira da pele

Apesar do que alguns anunciantes nos dizem, muitos hidratantes disponíveis hoje fazem muito pouco para manter a umidade da pele. Isso ocorre porque muito poucos podem penetrar no estrato córneo. Com essa verdade, a barreira da pele pode ser reparada? A boa notícia é que ‘sim’ pode. Como essa camada de células é composta de ceramidas, colesterol e ácidos graxos, é lógico que, se esses elementos se esgotarem, causando danos à pele, adicioná-los de volta à pele melhorará sua textura. Conseguimos isso juntando os ingredientes ausentes de ceramidas, colesterol e ácidos graxos em medidas adequadas (fórmulas) para que funcionem de forma homogênea para melhorar a pele. A mistura é fundamental porque, assim como inicialmente os tínhamos em nossos corpos, devemos substituí-los da mesma forma.

Quais hidratantes funcionam mesmo na derme?

1. Manteiga de Karité – contém ácidos graxos esteárico e ácido palmítico

2. Dermalogica Barrier Repair – manteiga de karité, óleo de prímula

3. Zerafite – vendido por dermatologistas como creme facial reparador de barreira e creme corporal. http://lesliebaumannmd.com/dr-baumann-recommends-barrier-repair-moisturizers-heres/

4. Creme Hidratante CeraVe 16 oz Hidratante Diário Facial e Corporal para Pele Seca – a tecnologia formulada permite que as ceramidas penetrem na pele

5. Água – molhe sua pele em água doce antes de nadar

Que tal trabalhar de dentro para fora?

1. Suplementos – como sementes de borragem, óleo de peixe ou óleo de prímula

2. Ácido hialurônico – apesar de algumas alegações, muitos dermatologistas afirmam que não pode entrar na derme quando aplicado topicamente https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4110621/

3. Água – beber 8-10 copos por dia melhora a qualidade da pele, mas leva tempo para chegar à pele, como mencionado anteriormente

Conclusão

Os nadadores têm necessidades especiais que dizem respeito à hidratação e proteção da nossa pele. Atender a essas necessidades de maneira lógica, bem informada e consistente pode permitir que os nadadores aproveitem a água por toda a vida. As informações acima não cobrem tudo o que se sabe sobre este assunto. Existem muitos outros produtos e procedimentos que comprovadamente funcionam na pele de um nadador. Este post é uma visão geral, geralmente fornecendo informações sobre como os nadadores devem abordar suas necessidades de cuidados com a pele.

Experimente os hidratantes e suplementos acima depois de falar com seus dermatologistas e médicos para ver se eles são adequados para você. Se não forem, esperamos que as informações acima o levem à combinação correta de soluções internas e externas projetadas para suas necessidades.

Como nadadores, temos que projetar e implementar uma rotina para proteger nossa pele. Não fazer nada só pode ajudar a corroer a barreira da nossa pele ao longo do tempo.

Se este post foi útil para você, deixe um comentário abaixo.

Obrigado e vá nadar!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.